InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  SinopsesSinopses  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Maria Vaz
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 14660
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Seg Jun 25, 2012 1:49 am



Queridos amigos!

Estamos nos aproximando do dia 01 de julho, aniversário de 21 anos de falecimento de nosso querido Michael Landon.

Eu preferia continuar aqui apenas brincando e falando gracinhas a respeito de seu bumbum, de seu rosto angelical e perfeito e de seu corpo de deus grego, mas infelizmente, nosso rapaz faleceu muito cedo e não podemos deixar de comentar também sobre isso.

Ao contrário, acho que o luto às vezes é necessário! E se temos uns aos outros aqui para nos apoiarmos mutuamente, isto é uma bênção, pois não precisaremos passar por datas tão tristes como esta de forma solitária.

Vamos passar por isso juntos!

Resolvi publicar aqui um dos artigos sobre o falecimento de Mike. Este artigo foi veiculado 15 dias após o falecimento de Mike pela mundialmente prestigiada revista People!

Irei publicar as fotos das páginas com a tradução do texto, das manchetes e das legendas, mas irei fazendo isso aos poucos.




GOODBYE, LITTLE JOE

Artigo publicado na prestigiada revista People em 15 de julho de 1991


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Matéria:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Com feroz vontade e fé no resgate do poder da família, Michael Landon trouxe calor, charm e paixão para a tela da TV.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda da foto:
Landon, deixando o Hospital de Los Angeles,
parecia cansado e abatido em maio.


ADEUS LITTLE JOE

Depois de uma feroz batalha final, Michael Landon sucumbiu ao câncer,
velozmente, serenamente - e com a família que ele reuniu carinhosamente perto de sua cama.


Para telespectadores incontáveis ​​durante as últimas três décadas, Michael Landon foi personificação do coração da terra, com cara de menino robusto e cabeludo. Como Little Joe Cartwright (Bonanza) e Charles Ingalls (Little House on the Prairie - Os Pioneiros), ele irradiava o calor da lareira de casa e o antigo jeito da vizinhança americana, bem como um sentimento de perseverança leonina contra todas as calamidades, naturais e artificiais. Como Jonathan Smith, o anjo sublime ciente dos problemas terrenos em Highway to Heaven, ele traçou um caminho em direção a uma comunidade do espírito humano. Além disso, como escritor, diretor e produtor, ele se tornou uma força do entretenimento de sucesso fenomenal, um dos poucos atores que conseguiu segurar as rédeas de sua própria carreira e aproveitá-la de acordo com a sua visão pessoal.

Fora da tela Landon representou facetas mais rígidas do sonho americano. O calor e o senso de lealdade familiar estava lá, com certeza. Ele foi pai de seis filhos e adotou mais três e se agarrou ferozmente aos ritmos familiares, talvez, em parte, porque ele foi o filho clássico infeliz, o que o fez ser determinado a conquistar o máximo possível, por pura força de vontade, em um mundo hostil.

E assim, quando foi anunciado em 8 de abril, que Landon, com 54 anos, era vítima de câncer no pâncreas, um público espantado assistiu com admiração solene quando ele se virou para fazer a declaração de sua vida. "Se eu vou morrer", disse à revista LIFE três semanas após o diagnóstico, "a morte vai ter que fazer um monte de lutas para me pegar." É verdade que foi uma luta difícil, mas Landon perdeu, é claro, em uma cena final dolorosa que ele desejou compartilhar apenas com a esposa.

Após a descoberta do câncer, que se espalhou para seu fígado, Landon se reclusou com sua terceira esposa, Cindy, 34, e seus dois filhos em seu rancho de 10 acres em Malibu, onde se cercou para a batalha com uma dieta vegetariana, um programa de vitaminas, enzimas e acupuntura. Ele foi submetido à quimioterapia em 18 de abril. No início de maio ele se submeteu a um procedimento experimental que consiste na administração intravenosa de uma droga contra o câncer.

Esses tratamentos tiveram pouca chance de sucesso. Apenas 3 por cento dos pacientes com câncer pancreático e 5 por cento dos portadores de câncer de fígado sobrevivem por cinco anos. De acordo com a Sociedade Americana do Câncer, o fumo e o álcool são alguns fatores que podem causar essa doença. Landon admitiu que se excedia em ambos. O aposentado publicitário da NBC, Bill Kiley, disse: "Ele fumava tão velozmente que nós costumávamos brincar que apostávamos que suas meias deveriam cheirar a cigarro".

Conforme a sua condição se propagava, milhares de cartas de encorajamento e simpatia chegavam diariamente. Dezenas de amigos visitavam a casa e havia vigília nas portas do rancho. "Eu tenho uma quantidade X de energia", disse Landon, "e o que eu tenho, eu quero gastar com minha família." Os filhos mais jovens de Landon, Sean, 4, e Jennifer, 7, estavam "emocionalmente perturbados", disse um amigo de longa data e parceiro de negócios, Kent McCray, "mas Michael transmitiu sua força junto a eles." De acordo com o colega John Warren, Landon também passou um tempo gravando seus últimos desejos à família e aos amigos.

Até o final, diz McCray, "sua mente estava clicando.... Ele estava contando piadas, ele estava muito lúcido, muito brilhante, não havia nada negativo." Quando seu empresário, Harry Flynn, questionou se poderia tirar duas semanas de férias curtas, Landon disse, "Não seja bobo. Tenha um bom tempo. Eu vou ficar bem." Flynn diz: "Ele parecia bem, mas depois ele despencou em poucos dias.".

Ao longo desses últimos dias sua condição deteriorou-se rapidamente. Em seu último fim de semana, Landon reuniu seu círculo íntimo no rancho, incluindo Cindy, todos os seus nove filhos, McCray e sua esposa. Eles mantiveram uma vigília no quarto de Landon, no andar de cima, onde muito perto do final, de acordo com McCray, Landon disse, "Eu amo todos vocês demais, mas por favor, vocês poderiam ir lá pra baixo para me dar algum tempo com Cindy." Ela foi a única a estar com ele quando ele morreu, por volta das 13:20 hs de segunda-feira, 1 de julho. O corpo de Landon foi cremado no dia seguinte, e naquela ocasião, nada foi anunciado quanto ao funeral ou serviço memorial.

Se os seus amigos e familiares tiveram um consolo, foi na extraordinária calma de Landon. Flynn disse a respeito das últimas horas de seu velho amigo: "Foi como se ele fosse saltar em um trampolim. Ele sabia que estava chegando, e ele foi valente até o fim".

Landon foi um perfeccionista paradoxal que passou a vida tentando realizar e retratar atos dignos e chutava quando alguém entrava em seu caminho. "Sim, eu sou perfeccionista. É um problema que eu tive toda a minha vida." ele teria esbravejado a Ed Friendly, co-criador de Little House on the Prairie, durante uma discussão feroz em 1974. (Friendly foi embora antes da série ir ao ar.)

Este senso de justiça solitário e excludente foi criado em Landon cedo.

- Continua-


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por Maria Vaz em Qui Jun 28, 2012 6:05 pm, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Vaz
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 14660
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Seg Jun 25, 2012 2:10 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda da foto superior:
Três Cartwrights de Bonanza morreram: Dan Blocker (centro) em 1972 e Lorne Greene em 1987.

Legenda da foto inferior do canto esquerdo:
Novo pai Landon segurava seu filho Josh em 1960
enquanto sua primeira esposa Dodie observava.


Legenda da foto inferior do canto direito:
Depois de 19 anos de casamento, o divórcio de Landon de sua segunda esposa
Lynn, em 1982 (com os filhos Leslie, Micahel jr. e Cheryl) foi amargo



Nascido como Eugene Orowitz, em 31 de outubro de 1936, em Forest Hills, NY, ele cresceu com sua irmã em Collingswood, NJ. Seu pai judeu, Eli Orowitz, era um gerente de teatro e publicitário de cinema; sua mãe irlandesa-católica, Peggy O ' Neill, foi uma atriz menor que desistiu de sua carreira. Eugene viu seu pais brigarem sem parar. "Diga ao seu pai que o jantar está pronto", Landon lembrava de sua mãe dizendo, ainda que Eli estava na sala.

Os meninos de escola do segundo grau gritavam a partir de seus carros "bastardo judeu!" quando passavam por Landon.(nos Estados Unidos os garotos dirigem a partir dos 16 anos). Em uma comunidade majoritariamente cristã, os pais não permitiriam que suas filhas saissem com ele. As pressões familiares e sociais fizeram dele um leito úmido crônico. (menino que molha a cama - portador de enurese noturna). A humilhação foi aumentada pela prática de sua mãe de pendurar lençóis molhados na janela de seu quarto. (Landon documentou sua infância traumática no filme da NBC de 1976, Loneliest Runner.) Na verdade, sua educação lhe trouxe uma noção profundamente sentida de que a televisão deveria ser um entretenimento edificante. Enquanto que ele foi criado dentro de um muro de silêncio, ele explicou certa vez a resepeito de seu trabalho: "Eu criei relações familiares, onde as pessoas permanecem juntos porque eles se comunicam."

-Continua-

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Vaz
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 14660
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Seg Jun 25, 2012 2:12 pm

Espero que vocês estejam gostando do artigo!! Joia! Joia! Joia!

É comovente, eu acho!
Mas como eu disse, nós temos que passar por isso juntos!

Ainda falta traduzir algumas páginas da revista!
Eu deverei continuar a tradução mais tarde, ainda hoje.

Espero ter um tempinho pra poder traduzir pelo menos mais uma página. Tchau!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por Maria Vaz em Ter Jun 26, 2012 1:25 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
monica_carolina
Ponderosa User
Ponderosa User
avatar

Mensagens : 10387
Data de inscrição : 14/04/2012

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Seg Jun 25, 2012 3:25 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:
Espero que vocês estejam gostando do artigo!! Joia! Joia! Joia!

É muito interessante o artigo!!!!Obrigada por compartilhar!!!!!Que triste!Olhões

É comovente, eu acho!
Mas como eu disse, nós temos que passar por isso juntos!

Ta certo!!!!



Ainda falta traduzir algumas páginas da revista!
Eu deverei continuar a tradução mais tarde, ainda hoje.

Espero ter um tempinho pra poder traduzir pelo menos mais uma página. Tchau!

Vamos aguardar!


Última edição por monica_carolina em Seg Jun 25, 2012 3:30 pm, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ana Maria de Liso
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 1126
Data de inscrição : 15/08/2011
Idade : 61
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Seg Jun 25, 2012 3:25 pm

Conforto Que triste!!! Conforto
Choro Ainda bem que ele pode ser lembrado com saudade e admiração!! Choro
Afinal, Little Joe será eterno, e como você diz, eles tem vida própria e paralela!!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jessie3106
Xerife
Xerife
avatar

Mensagens : 491
Data de inscrição : 22/03/2012
Idade : 25
Localização : Brasil

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Seg Jun 25, 2012 3:45 pm

Chorando Não é fácil dizer adeus a ninguém, principalmente quando esse alguém parte tão cedo.

Mas, infelizmente temos que dizer!!!!

Gostaria de fazer um grande comentário, mas não encontro palavras para me expressar.

Então apenas até logo Little Joe, ainda vamos nos encontrar um dia!!!! Chorando
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Vaz
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 14660
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Seg Jun 25, 2012 7:06 pm

Você tem razão! Joia!
Little Joe é eterno! Bravo!
E Mike também, em nossos corações!!! Luv
Mas este foi o título da matéria, que eu espero continuar traduzindo ainda hoje. Pelo menos, mais uma página! Joia!
Obrigada pelos comentários! Grande abraço

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Vaz
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 14660
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Ter Jun 26, 2012 1:27 am

-Continuação-


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda da foto superior do canto esquerdo:
Em 1957 Landon conseguiu estourar
como o herói peludo do filme de terror cult
"I was a Teenage Werewolf" (Eu era um lobisomem adolescente)


Legenda da foto superior central:
Para as suas filhas da TV,
Melissa Gilbert (esquerda) e Melissa Sue Anderson,
ele era o perfeito Pai do seriado LHOP (Os Pioneiros)


Legenda da foto inferior do lado esquerdo:
Como anjo de Highway to Heaven (Estrada para o Céu),
Landon, com costar Victor French,
ministrou o boxer Michael Shaner


Legenda da foto inferior central:
Barney Martin, esquerda, ia interpretar o seu pai,
Casey Peterson seu filho, no novo seriado de Landon
programado para CBS, US.


A Universidade só reforçou sua sensação de isolamento. Eugene (que mudou seu nome para Michael Lane, nos anos 50 e, finalmente, Michael Landon) forjou-se na escola em um lançador de dardo de alto rendimento e definiu o recorde nacional em seu último ano com um recorde de lançamento de 211 pés 7 polegadas. Isso lhe valeu uma bolsa de estudos para a Universidade do Sul da Califórnia. Mas, atleta ou não, um garoto sonhador de Nova Jersey com cabelo ondulado comprido não era susceptível de ser bem-vindo em um campus universitário em 1950, onde todos os meninos usavam cabelo escovinha. (eu acredito que assim era chamado o antigo corte de cabelo que no Brasil se chamava de Príncipe Danilo, que se restringia a um topetinho na frente bem assentado com gumex ou brilhantina e o restante da cabeça praticamente raspado.)

Seus colegas zombaram dele e o seguraram para cortar seu cabelo. Landon, furioso, jogou o braço para fora em um lance, perdeu a bolsa e logo deixou a Universidade.

Mesmo antes do corte de cabelo e da perda da bolsa, ocorreu um episódio melancólico em sua vida que fez uma ferida mais profunda em Landon. Em 1954 Landon, então Eugene, viajou para Los Angeles com seu pai, um agente de publicidade, porque acreditou que seus ex-colegas da RKO Radio Pictures, atual Paramount, iria oferecer-lhe um emprego. "Espere aqui," ele disse a seu filho no portão. "Estarei de volta em um minuto." Trinta minutos mais tarde, seu pai retornou, cabisbaixo, ele não pode sequer passar pelo guarda.

Anos mais tarde, Landon disse a um repórter que aquele momento humilhante de seu pai fez com que ele decidisse uma coisa para toda a sua vida: "Não importa o que eu faça", disse ele, "eu não vou dever um favor a ninguém. E eu também não vou esperar nada de ninguém que tenha a ver com o meu trabalho .... Eu não irei tomar qualquer desaforo de ninguém, tampouco."

Como ele se saiu muito bem, ele nunca teve mesmo! Um executivo dos estúdios de Hollywood o viu e sugeriu que ele se inscrevesse na Warner Bros, Escola de Atores. Logo, Landon estava atuando em produções de TV de prestígio como Studio One e GE Theater. Ele fez sua estréia no cinema em 1957 em um cult favorito da época, I Was a Teenage Werewolf (Eu era um lobisomem adolescente), como sua estrela, o adolescente lobisomem.

Quase ao mesmo tempo, Landon começou uma carreira tempestuosa conjugal. Em 1956 casou-se com a secretária-legal Dodie Fraser, um relacionamento que durou seis anos. Ele adotou o filho de Dodie, Mark, e outro menino, Josh. O casal se divorciou em 1962. e em 1963 Landon casou com a modelo Lynn Noe, com quem teve quatro filhos, Michael Jr., Christopher, Leslie e Shawna. Ele também adotou a filha de Noe, Cheryl.

Sua carreira de ator decolou de fato dois anos depois, quando ele aterrisou como Little Joe em Bonanza, a transmissão do primeiro seriado tipo western a cores. Landon, Lorne Greene, Dan Blocker e Pernell Roberts interpretaram o viúvo Cartwright e seus filhos, a família em primeiro lugar do Oeste, e o show teve uma temporada de 14 anos. Greene levou Landon sob sua asa e uma vez descreveu-o desta forma:.. "Mike é um cara muito doce, mas extremamente teimoso .... Ele é muito impulsivo. Mike é capaz de fazer uma coisa um dia e de se arrepender oito dias mais tarde. Quando se trata de um senso de humor, Mike tem um terrível. "

Roberts não pensava assim. Ele e Landon - que, por meados dos anos 60 também estava dirigindo episódios - se confrontaram no set. Roberts deixou o show após seis anos. (Agora o último sobrevivente de Bonanza, Roberts não diria nada a mais, na semana passada, além de que ele estava "profundamente entristecido pela morte de Michael.")

A feroz obstinação de Mike começou a se desenrolar durante os anos de prosperidade. Para lidar com sua fama emergente, durante a segunda temporada da série, ele começou a utilizar ​​dezenas de pílulas tranqüilizantes por dia. Ele finalmente chutou esse hábito. "Eu ainda trabalho demais em alguns dias", Landon uma vez admitiu a sua tendência para cometer excessos. "Eu sempre tive que trabalhar muito duro para ser feliz."

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por Maria Vaz em Ter Jun 26, 2012 10:36 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Vaz
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 14660
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Ter Jun 26, 2012 1:32 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda da foto superior:
Em abril, o astro enfermo descansava em sua casa em Malibu,
com sua esposa Cindy e seus filhos mais jovens Jennifer e Sean.


Legenda da foto central:
Landon ganhou o amor eterno de gerações de fãs.
Muitos prestaram homenagens nos portões de sua casa.


Acima, temos a última página desta reportagem.

Mais tarde, eu passo aqui para traduzir o final deste artigo!! Tchau!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
monica_carolina
Ponderosa User
Ponderosa User
avatar

Mensagens : 10387
Data de inscrição : 14/04/2012

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Ter Jun 26, 2012 1:20 pm

Muito obrigada Querida
Estou gostando muito do artigo.!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Vaz
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 14660
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Ter Jun 26, 2012 5:40 pm

-Continuação-

E ele efetivamente trabalhou, antes e atrás da câmera. Até o momento que ele tinha desenvolvido Little House on the Prairie (Os Pioneiros) , em 1974, Landon tinha adivinhado que os atores podem comandar o palco, mas os produtores eram os donos da casa. Landon começou a escrever episódios de Little House e exigiu o controle, em última análise ganhou -obteve o controle criativo do show. Como Jay Bernstein, então assessor de Landon, resumiu: "Seu interesse todo sempre foi o de ter o controle .... Glamour nunca disse nada para ele .... Ele sentia que tinha uma visão que ele poderia usar para dirigir e produzir e queria fazer os movimentos que o colocasse em posição de fazê-lo. "

O valor de vinte e duas temporadas de shows de sucesso qualificaram Landon para obter esse controle. Então, quando ele veio com a idéia de Highway to Heaven, a NBC e seu jovem presidente Brandon Tartikoff tinha que ouví-lo. Não só Landon obteve o seu show, mas Highway, junto com The Cosby Show, puxaram a então NBC, que lutava para obter melhores classificações, para a liderança da audiência. E, como Cosby, Landon atuou como produtor-executivo, além de muitas vezes dirigir e escrever para o seu show. O Presidente da NBC, Tartikoff colo cou dessa forma: "eu gosto muito dele. Meu sonho seria ter na minha rede 22 horas de talentos como o dele." (O episódio piloto de US, uma nova série de Landon que era para ter lidado com questões de família, vai ao ar neste outono.)

Em suas últimas semanas no rancho, sua doença chamou a atenção de centenas de milhares de fãs, muitos deles telespectadores jovens que haviam crescido com Landon como repositório mais visível da nossa cultura, de senso de decência, de aptidão moral. Esse acorde universal atingido por Landon foi ecoado, tendo atingido seu antigo colega (Reagon foi ator antes de ser presidente), o ex-presidente Ronald Reagan, que disse: "Sua trágica batalha com câncer tocou os corações de todos os americanos, assim como o seu espírito indomável." E Landon fechou seu próprio livro com uma graça impassível que se recusou a sucumbir à tragédia. "Não é como eu tivesse perdido um inferno de uma vida", disse ele. "Eu tive uma estada aqui."

MARK GOODMAN
LOIS ARMSTRONG, JOYCE WAGNER and JACK KELLEY in Los Angeles

Contributors:
Lois Armstrong,
Joyce Wagner,
Jack Kelley.


-Fim-




Ih!!! Agora é que notei que não publiquei a foto da capa. Depois eu publico.

Espero que tenham gostado.
Eu sei que é muito triste, pois estamos revivendo um pouco do que aconteceu por esses dias, há 21 nos atrás.
Mas é também uma maneira de mostrar a todos o quanto Mike foi bravo neste episódio trágico de sua vida.
Nenhuma fragilidade ou vulnerabilidade que víamos em Little Joe.
Ele não se permitia isso, pois tinha que dar força para sua família e principalmente, para seus filhos menores.

Ele também não teve auto-piedade.
Sempre fez questão de sorrir e dizer que teve um bom tempo aqui nesta vida.
Por isso morreu serenamente, apesar de toda a dor provocada pela doença.

Ele nos deu uma lição de vida e de morte!

Goodbye Little Joe!!

Por favor, me deixem saber se vocês gostariam de ter mais artigos sobre Micahel Landon traduzidos aqui em nosso forum.



----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por Maria Vaz em Qui Jun 28, 2012 10:26 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Virginia Landon
Membro da Família Cartwright
Membro da Família Cartwright
avatar

Mensagens : 2891
Data de inscrição : 23/06/2012
Localização : Brasília / DF

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Ter Jun 26, 2012 7:26 pm

Bem meninas, confesso q não tive coragem de ler...só olhei as fotos e fiquei triste, vou esperar
passar meu período "vampiro" por q fico mto vulnerável nesses dias...

Só posso dizer que Michael é nosso Anjo Bom e Little Joe Caubói montado nunca morrerá!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
monica_carolina
Ponderosa User
Ponderosa User
avatar

Mensagens : 10387
Data de inscrição : 14/04/2012

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Ter Jun 26, 2012 8:49 pm

Por favor, me deixem saber se vocês gostariam de ter mais artigos sobre Micahel Landon traduzidos aqui em nosso forum.




Eu gostaria de ler outros artigos de Mike!!!!!!!!! Joia! Joia! Joia!

muito obrigada Maria!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Vaz
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 14660
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Qui Jun 28, 2012 10:34 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:
Por favor, me deixem saber se vocês gostariam de ter mais artigos sobre Micahel Landon traduzidos aqui em nosso forum.




Eu gostaria de ler outros artigos de Mike!!!!!!!!! Joia! Joia! Joia!

muito obrigada Maria!!!!

Pode deixar Monica!! Joia!

Aos poucos irei publicando outros artigos!!

Eu tinha esquecido de publicar a foto da capa da revista, com a edição desta reportagem.

Aqui está! Caubói armado

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

July 15, 1991

Cover Story

Goodbye, Little Joe
After a Ferocious Final Battle, Michael Landon Succumbed to Cancer Quickly, Quietly—And with the Family He Cherished Gathered Near His Bed
Pg. 58

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
monica_carolina
Ponderosa User
Ponderosa User
avatar

Mensagens : 10387
Data de inscrição : 14/04/2012

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Qui Jun 28, 2012 11:51 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:
Por favor, me deixem saber se vocês gostariam de ter mais artigos sobre Micahel Landon traduzidos aqui em nosso forum.




Eu gostaria de ler outros artigos de Mike!!!!!!!!! Joia! Joia! Joia!

muito obrigada Maria!!!!

Pode deixar Monica!! Joia!

Aos poucos irei publicando outros artigos!!


Entao vou aguardar .!!!!!Obrigada!!!!!


Eu tinha esquecido de publicar a foto da capa da revista, com a edição desta reportagem.

Aqui está! Caubói armado

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

July 15, 1991

Cover Story



Goodbye, Little Joe
After a Ferocious Final Battle, Michael Landon Succumbed to Cancer Quickly, Quietly—And with the Family He Cherished Gathered Near His Bed
Pg. 58

Adorei!!!! Coração batendo fort Coração batendo fort
é triste e bonito Coração batendo fort Coração batendo fort Coração batendo fort Coração batendo fort
Obrigada!!!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
monica_carolina
Ponderosa User
Ponderosa User
avatar

Mensagens : 10387
Data de inscrição : 14/04/2012

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Qui Jun 27, 2013 11:17 pm

tbm vou ler de novo. Coração batendo fortCoração batendo fortCoração batendo fortCoração batendo fortCoração batendo fort
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Vaz
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 14660
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Ter Jul 01, 2014 4:09 pm

Reavivo essa matéria para que novos membros possam conhecê-la! Joia! 

Vamos passar juntas mais esse dia triste, mas logo estaremos felizes, com o legado maravilhoso que ele nos deixou!!!  Apaixonado Apaixonado 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Miriam Landon
Ponderosa User
Ponderosa User
avatar

Mensagens : 3980
Data de inscrição : 19/09/2013
Localização : Minas Gerais

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Ter Jul 01, 2014 10:43 pm



Maria, acabei de ler e adorei!  Awww! 


Momentos tristes, sim, mas prova o quanto Mike era um homem forte, de personalidade e sabia o que queria e o que iria fazer. Determinado sempre!


Que exemplo!  Aplauso  Aplauso  Aplauso 


Pra quem chegou depois de postado, como no meu caso, muito obrigada por trazer de volta fatos importantes da vida de Mike!  Joia!
Voltar ao Topo Ir em baixo
sol cartwright
Membro da Família Cartwright
Membro da Família Cartwright
avatar

Mensagens : 2074
Data de inscrição : 17/09/2012
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Ter Jul 01, 2014 10:53 pm

Maria acabei de ler aqui as matérias e que triste
tadinho o ike desde cedo ele sofreu e no final ele ainda temia o cancêr
mais pelo menos ele pode reunir todos os seus filhos para o último adeus é triste demais Maria e obrigada pelo pod lindo Nas nuvens Nas nuvens Olhões Olhões Olhões Olhões Olhões Chorando Chorando Chorando Chorando 
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://bonanzathecartwright.tumblr.com/
Virginia Landon
Membro da Família Cartwright
Membro da Família Cartwright
avatar

Mensagens : 2891
Data de inscrição : 23/06/2012
Localização : Brasília / DF

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Qua Jul 02, 2014 9:48 pm

Acho incrível como algumas pessoas nascem pra sofrer e são tão fortes até o fim.
Claro q Mike teve mtas vitórias, financeira e afetiva, mas foi um batalhador desde menino,
enfrentando tantos monstros, preconceito, a mãe, colegas de colégio, medos, vergonhas,
nossa, ele foi um herói visto de todos os ângulos inclusive na morte.

 Luv Luv Luv Luv Luv 

Fico sem palavras...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Vaz
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 14660
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Seg Maio 18, 2015 1:13 pm

Nossa querida cunhadinha e amiga Penny trouxe gentilmente para nós, através de outro tópico, essa mesma reportagem, e com os comentários, pude verificar que algumas por aqui ainda não tinham lido, então, resolvi revitalizar esse tópico antigo, publicado por ocasião do aniversário do falecimento de Mike, pra permitir que todas pudessem ter acesso ao artigo já traduzido!! Joia!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Vaz
Moderação
Moderação
avatar

Mensagens : 14660
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Qua Jul 01, 2015 4:34 pm

Hoje é dia de revitalizar este tópico, em homenagem a Mike!!! Coração batendo fort Coração batendo fort Coração batendo fort

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rosangela D' Ambrosio Dei
Rancheiro
Rancheiro
avatar

Mensagens : 163
Data de inscrição : 16/11/2014
Localização : Rio de janeiro Brasil

MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   Sab Jul 04, 2015 11:34 pm

Obrigada Joia! Maria por vc ter compartilhado e traduzido este artigo, Coração batendo fort sobre o Mike. Gostaria muito que vc traduzisse, outros artigos sim, Apaixonado eu gosto muito de saber , sobre o nosso menino. Eu amo roça Eu não sei  época da morte do Mike,  houve alguma notícia aqui no Brasil Coração batendo fort . Tb se  houve eu não sabia nem o nome dele, para mim ele era Joe. Apaixonado É agora já são vinte e quatro anos sem ele. Ele está em lugar iluminado! Anjo Bom
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
GOODBYE, LITTLE JOE - Artigo da Revista People (15 de julho de 1991)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Revista CTA - Volume 2 - para todos
» Revista 103 dicas e macetes em eletrônica
» O ator Michael Landon está morto, aos 54 anos - Artigo do Los Angeles Times
» Revista Época faz uma matéria sobre o Apostolo Valdemiro Santiago
» Confissões do Padre Marcelo Rossi a revista Veja

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: O Elenco de Bonanza :: Michael Landon-
Ir para: