Episódio 18 - A House Divided

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Episódio 18 - A House Divided

Mensagem  Ana Maria de Liso em Dom Set 25, 2011 1:34 pm

A House Divided

Frederick Kyle, um senhor distinto de um braço só, chega a Virgínia City e logo vai até o hotel da cidade e assim que se registra ele pergunta na recepção se conhece os Cartwrigths e é informado que na cidade todos sabem quem eles são e diz que Adam e Litle Joe estão na cidade. O homem pergunta se ele está falando de Joseph Francis Cartwright, o recepcionista sorri com o nome completo do jovem e diz que ele se encontra no bar jogando pôquer.


Kyle vai até a mesa de jogo e percebe que os opositores de Joe, Gorman e Regis, estão trapaceando, enquanto Gorman joga, Regis que está atrás do jovem e sinaliza para o parceiro as suas cartas . Kyle intervém e desmascara os dois homens e entra em luta corporal e vence seu rival, enquanto Joe, que era ameaçado, desarma o seu oponente. Após a luta Joe reave seu dinheiro e convida Kyle para jantar em Ponderosa.


No jantar Kyle diz aos Cartwrights que está na cidade para investir em prata e Joe se voluntaria a apresentá-lo aos proprietários de minas da cidade. Hoss diz a Kyle que para esse trabalho está escolhendo o Cartwright errado, pois Adam, que vem do norte, tem tino comercial e tudo que toca vira ouro, enquanto Joe tem o sangue quente do sul e não entende da frieza do dinheiro. Kyle pergunta sobre ele... e o jovem diz que ele está no meio dos dois e que não entende essa conversa de Norte e Sul. Bem intervém e diz que Hoss nasceu na pradaria quando eles vinham para o Oeste e que agora essa disputa não os interessa porque suas raízes está em Ponderosa. Kyle aceita a proposta de Joe e muda de assunto.

[img][/img]

Após o jantar, Kyle, Ben e Adam discutem a situação do Norte e Sul do país e suas posições conflitantes e Ben volta a afirmar que o país só pode ser grande se se mantiver unido.


No dia seguinte, em Virginia City, Ben e Hoss vêem a correspondência chegar e acorrem ao local para pegar os jornais que trazem notícias sobre a situação política delicada que se encontra o país. No Saloon há uma discussão sobre o assunto entre dois partidários do Norte e do Sul. Ben, que tem um jornal na mão, tenta acalmar os ânimos e é incentivado por todos a ler o jornal e ele lê um texto de Lincoln “House Divided” em que diz que é fundamental que a América permaneça unida. Nesse momento Kyle interfere e com um jornal do sul fala do mesmo texto mas sob outra perspectiva .


Quando Kyle retorna a seu quarto encontra Regis e Gorman e eles dizem que sabem de seu “trabalho” e que eles podem ser úteis a causa mediante pagamento. E que é apenas um acordo de negócio.


Adam retorna ao hotel a procura de Joe e Tom – o recepcionista – diz que ele já saiu e que Kyle está no andar de cima sozinho, porém Regis e Gorman descem falando do temperamento de Kyle e Tom diz que os dois são bandidos perigosos e que acabaram de sair da prisão, mas pergunta de onde ele conhece Joe, uma vez que perguntou sobre ele assim que se registrou como hóspede.


Adam estranha a situaçao e vai até o Saloon, tenta tirar inormações dos dois homens, inutilmente, e os desafia avisando-os para que fiquem longe de sua família e de Joe.


Adam vai para casa frustrado e preocupado preocupado e informa a Ben sobre o interesse de Kyle em Joe. Ben está preocupado e vai para a cidade a procura do homem.


Naquele momento, Kyle e Joe estão reunidos com um proprietário de mina que diz não estar interessado em vender seu minério a eles, uma vez que tem compradores em São Francisco e que não tem simpatias pelo Sul, suas inclinações políticas são opostas.


Quando o minerador sai Joe diz que não entende porque ele está misturando negócios com política;o homem diz que isso não importa, mas que é sempre bom ter um Cartwright por perto na hora de fazer negócios e que já tinha ouvido falar deles pois tinha conhecido a sua mãe,Marie, em New Orleans e dá a Joe um retrato dela.


Joe fica muito emocionado e para cobrir suas emoções ele se oferece para levar Kyle para conhecer outros proprietários de minas nos dias seguintes.


Ben entra no hotel e pergunta a Tom sobre Kyle, uma mulher ouve e diz que ele não está e se apresenta como Lily Van Cleet e que está a caminho da Califórnia;


Ben a convida para um café e ela descobre que o rancheiro tem três filhos e que o filho dela também se chamava Joseph e que ele tinha morrido em uma briga de rua e que naquela noite perdeu o marido e o filho.
Kyle aparece e fica surpreso ao ver Lilly e antes que ele possa levá-la embora Ben diz que precisa ter uma conversa com ele e pergunta porque ele queria saber de Joe e ele diz que tinha conhecido Marie e que tinha lhe dado uma foto da mãe que estava em seu poder. Ben mostra-se zangado e pede para que ele deixe seu filho em paz.


Na manhã seguinte, no quarto do casal, percebe-se que eles são casados e separados pelo envolvimento do homem na “causa” do Sul. Ela lamenta que esta causa tenha tomado seu filho, seu braço, e seu casamento. E ele diz que só voltará quando tudo tiver acabado.


Mais tarde ela parte na mesma diligencia de Hennessy (dono da mina e que não quis negociar com Kyle) e que antes de partir disse que iria a Washington dizer o que ele estava fazendo, e Lilly, sua esposa. Não sabendo que Lilly estava na diligencia Kyle chamadas Regis para que de uma solução ao problema.


A diligencia parte e na montanha perde o controle e cai num penhasco. Os corpos são trazidos para Ponderosa e Bem o chama para reconhecer o corpo da mulher, uma vez que parecia que eles se conheciam e poderia avisar sua família.


Kyle pergunta o que aconteceu e Ben pergunta a ele quem era ela e o homem informa que era apenas alguém que ele conhecera. Adam frustrado exige saber mais informações confrontando-o, dizendo que ele está escondendo algo, Joe o defende e Ben resolve impedir que a discussão continue.
Kyle retorna a cidade, leva os dois criminosos a uma pequena sala e os surra pela morte de sua esposa.


No dia seguinte, no local do acidente, o xerife concorda que foi assassinato, Hoss e Joe aparecem com algumas ferramentas que encontraram a beira do caminho com as iniciais de Gorman que comprova a sua participação no crime. E confirma as suspeitas de Adam do envolvimento de Kyle no crime, uma vez que os dois trabalham para ele.


Mais uma vez Adam confronta a Kyle dizendo que eles trabalhavam para eles e teriam cumprido suas ordens, Joe novamente defende o sulista e bate em Adam e Ben os separa dizendo ser inadmissível irmão contra irmão, uma vergonha.


Ben está cochilando enquanto aguarda a volta de seu filho mais novo quando Hoss e Adam vem acordá-lo para dizer que Joe voltou para casa, o patriarca está ansioso para vê-lo e acabar com a briga dele com o irmão, porém os dois jovens dizem ao pai que ele pegou as roupas e foi embora, para a cidade e ficar hospedado no hotel.


Ben pergunta ao filho mais velho porque não o deteve, sentindo-se culpado Adam diz que vai resolver o problema e Hoss diz ao pai que Adam também pretende ir embora. Ben corre atrás do filho e tenta impedir Adam, que está reunindo as coisas dele, mas o jovem não o escuta. Diz que vai para Nova Inglaterra que é muito bonita na primavera e diante da insistência do pai diz que por conta da política se pega falando coisas que não quer dizer e que nem sequer acredita.


Sai da casa e vai para seu cavalo e Ben vai atrás do filho tentando fazê-lo voltar ao juízo e diz que não vai ficar vendo sua família desmoronar sem fazer nada. Adam com a voz embargada diz que já está feito, que ele está pensando com o coração e não com a razão.


Pesaroso Ben volta a pedir que seu filho fique e ele diz que não quer ir embora e nem Joe, mas que não pode haver duas posições diferentes na casa, e pede ao pai que o deixe em paz, empurra o pai sobe em seu cavalo e vai embora.


Hoss diz ao pai que o que o Sr. Lincoln tinha falado estava acontecendo em suas casa e Ben afirma com convicção . "Não, nós, Hoss, não nós",
Kyle e Joe estão se reunindo com alguns dos proprietários de minas, quando Ben adentra a sala e pede a todos que saiam porque precisa conversar com ele a sós.


Todos saem e Joe pergunta se ele deve sair também, Ben diz que ele é adulto e pode decidir por si mesmo. Ben acusa Kyle de não ter limites a quem magoa pela “causa”. Ele concorda e que não vê nada de errado nisso e pergunta a Bem se ele não acredita em nada e tem como resposta:- "Eu acredito em meus filhos", e que tinha perdido dois deles naquele dia e Joe se envergonha por isso.
Bem volta a perguntar sobre Lilly e leva Kyle a irratação total e ele tenta agredir o velho Cartwright mas não consegue completar o ato e ele diz a Bem que ele havia prometido não interferir e que uns ficarão contra os outros até que a divisão do aís se concretize. Ben diz que isso acontecer será um disperdício.


Quando Kyle sai Joe pede desculpas a seu pai e Ben lembra seu filho que uma árvore tem muitas raízes, mas tem uma principal que sustenta as outras e a deles se chama Ponderosa.


Joe vai atrás de Adam e o encontra observando o lago, e lhe diz que ele sempre teve privilégios por ser o mais velho e ter ajudado o pai a construir Ponderosa e que ele não gosta disso, mas que ele e Hoss não querem tocar o rancho sozinhos. Adam não olha para ele e continua olhando para o lago, finalmente sorri e diz que a paisagem do lago está marcada sob a pele e voltam para casa.


Ao chegarem em casa são recepcionados por Ben e Hoss. Finalmente a família está unida outra vez.


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
avatar
Ana Maria de Liso
Moderação
Moderação

Mensagens : 1126
Data de inscrição : 15/08/2011
Idade : 62
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio 18 - A House Divided

Mensagem  Ana Maria de Liso em Dom Set 25, 2011 1:50 pm

Escrevi o episódio mas ele é um dos que faço questão de comentar pela temática, pela dramaticidade, pela integração do elenco e principalmente pela qualidade de interpretaçao dos quatro atores.

É um dos episódios prediletos de todos que já assisti ou vim a conhecer (nunca assisti as 14 temporadas), mas assim como o Paiute War parte de uma situação política real dos Estados Unidos onde o Norte já havia abolido a escravatura e o Sul lutava para mantê-la. Em 16 de junho de 1858, mais de 1.000 delegados republicanos se reuniram na Assembléia Legislativa Springfield, Illinois, para a Convenção Republicana Estado e escolheram Abraham Lincoln como seu candidato ao Senado do país e em seu discurso (que muitos consideraram desastroso) fez um pronunciamento que se intitulava House Divided onde, uma de suas frases mais célebres "Uma casa dividida contra si mesma não pode subsistir." ou ainda Eu acredito que este governo não pode suportar, de forma permanente escravo metade e metade livre. "Eu não espero que a União seja dissolvida. Eu não espero que a casa caia. Mas espero que deixarão de ser divididas. Vão tornar-se tudo uma coisa só ou todos os outros. "
Foi desse mote que os autores do episódio partiram aproveitando-se do fato das esposas de Ben terem sido de lados opostos e levarem seus filhos a se posicionarem diferentemente.

Outro fato é que o grupo de atores começa a se consolidar e podemos quase apalpar a tensão entre Joe (que quer ser tratado como homem) e Adam (que ainda o trata como criança), mas que no final acaba magoando-os de maneira intensa já que um só quer o bem do outro. A saída de Adam de casa, sua voz embargada e seu desespero é uma beleza de interpretação.

A dor de Ben ao ver sua família sendo despedaçada e com a interpretação impecável de Lorne Green!!! Uau!!! Tudo de bom, sem falar na postura apaziguadora de Hoss.

Esse episódio define com clareza as personagens da série, o amor que os unia e a proposta da série. Aqui Bonanza se tornou eterna em meu coração. :D :oops: :roll: Blowkiss Coração Coração Coração

Nossa falei demais!!!! :oops: :oops: :oops: Ah, as imagens não ficaram do meu gosto porque o episódio encontrado no You Tube, de onde eu roubo as imagens estava de baixa qualidade!! Mas.... :roll:


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
avatar
Ana Maria de Liso
Moderação
Moderação

Mensagens : 1126
Data de inscrição : 15/08/2011
Idade : 62
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio 18 - A House Divided

Mensagem  crica em Dom Set 25, 2011 3:22 pm

Mas... As imagens ficaram em segundo plano pela clareza da sua narrativa, Ana. Lindo trabalho.

Tenho que concordar com vc que esse episódio foi um marco. Os quatro Cartwright vinham sendo desenhados sem muita definição até a essa altura da série, quando, num único episódio, podemos vê-lo com nitidez cristalina. Tudo de bom!

Dando uma de Bonanzer, vocês repraram que o braço amputado de Kyle aparece a toda hora sob o paletó? Vamos dar um desconto que naquela época, os recursos eram bem limitados, mas na hora da briga, dava pra vê-lo perfeitamente.

Mais uma vez, você esta de parabéns pelo trabalho bem feito e pela escolha do episódio! :cheers:

avatar
crica
Moderação
Moderação

Mensagens : 2904
Data de inscrição : 30/07/2011
Idade : 50
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio 18 - A House Divided

Mensagem  Bonanzer em Dom Set 25, 2011 10:29 pm

QUE LINDO TRABALHO ANA Clap
CONCORDO COM VOCÊ QUANTO Á INTERPRETAÇÃO PRIMOROSA DOS ATORES,SOBRETUDO PERNELL E LORNE.
A CENA EM QUE BEN É ACORDADO FICA TÃO REAL ,QUE PUDE SENTIR O SUSTO E O ABORRECIMENTO QUE A NOTÍCIA QUE ELE RECEBEU PROVOCOU.
ADAM EMOCIONADO E EMPURRANDO O PAI,ATITUDE QUE NÃO VEREMOS MAIS ACONTECER,TAMBÉM DEIXOU OS PERSONAGENS BEM PRÓXIMOS DE NÓS.
ESSE EPISÓDIO REALMENTE É UM DOS QUE FOI O DIFERENCIAL.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
avatar
Bonanzer
Moderação
Moderação

Mensagens : 356
Data de inscrição : 31/07/2011
Idade : 44
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio 18 - A House Divided

Mensagem  Maria Vaz em Seg Set 26, 2011 12:22 am

Parabéns pelo trabalho, Ana Maria! Parabéns! Beijo

Este episódio é um dos meus favoritos, até porque tem como personagem central meu Little Lindo Love! e eu faço questão de ressaltar aqui a brilhante atuação de Michael Landon que, mesmo sendo ainda muito menino (as filmagens foram feitas em novembro de 1959, portanto Mike tinha acabado de completar 23 aninhos), conseguiu transmitir com perfeição todos os sentimentos conflituosos que o papel exigia. Sorrisão Na época, Little Joe estava ainda com 17 anos. Adoro

Além disso, uma outra coisa que me atrai neste episódio é que há a participação de todos os Cartwrights!!! Torcida

avatar
Maria Vaz
Moderação
Moderação

Mensagens : 14863
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio 18 - A House Divided

Mensagem  Ana Maria de Liso em Seg Set 26, 2011 8:19 am

Oi Maria
Quando você colocou a interpretação do Michael Landon verifiquei que não tinha falado nada no meu comentário, o que foi um pecado, porque logo no início disse :roll: que a inerpretação dos quatro foi impecável e acabei não detalhando o Joe.

Nesse episódio ele consegue colocar toda a empolgação adolescente dele em ajudar um amigo sem perceber o que estava nas entrelinhas - o que Adam lia perfeitamente - , e sua irritação (normal na faixa etária) quando tentava ser avisado pelo mais velho - afinal ele tem dois pais - , e quando cobrado sua posição adulta pelo pai soube crescer, se desculpar, se colocar diante de Adam.

A interpretação foi impecável, tanto que deu para que pudéssemos sentir toda essa gama de emoções de um novo ator que cresceria fenomenalmente durante seu percurso na série.

Como disse, um marco em Bonanza!!!! :D :o

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
avatar
Ana Maria de Liso
Moderação
Moderação

Mensagens : 1126
Data de inscrição : 15/08/2011
Idade : 62
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio 18 - A House Divided

Mensagem  Roberta Roberts em Dom Abr 08, 2012 8:41 am

Este tambem é um dos meus episodios preferidos. Momento memoravel quando Ben veh Adam deixando o lar e ele pede "Adam, I don't wanna you go", cena forte tambem porque Adam diz que Joe precisa mais dele(Ben) do que ele Adam entao ele(Adam) esta indo embora, para que Joe fique bem em casa. Ben fica como que em estado de choque com o filho partindo e Hoss comenta com Ben sobre o pronunciamento do presidente quanto a divisao de familias e pergunta para pai se isso acontecera com pessoas como eles e Ben tristemente mas seguro diz: "Not us".
Eu ja vi este episodio umas trinta e duas vezes, mas vibro todas as vezes :).
Um show de interprecao, uma bela demonstracao da "Uniao Familiar", tesouro sem preco.
Por esta atuacao pelo menos um dos rapazes (Lorne, Pernell e Michael) mereciam a indicao ao Emmy.
avatar
Roberta Roberts
Moderação
Moderação

Mensagens : 315
Data de inscrição : 06/03/2012
Idade : 59
Localização : New York /S.Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio 18 - A House Divided

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum